?
Crushed and then rolex replica reconstituted the sapphire glass, the copper contained in it gives this material a unique replica watches star-lit effect, as if countless gold is shining. Starlight design attract attention, with diamond bezel collocation, creating a halo around the replica watches sale charm. The crown is decorated with a milk white opal, like a cluster of replica watches uk miniature version of the nebula, Jane rare luxury, the watch as a whole draw the perfect ending.

Últimas Postagens

Quinta-feira, 11 de novembro de 2010 - Estudantes que usaram Twitter durante prova do ENEM foram eliminados

Este ano, o ENEM foi uma sucessão de trapalhadas: provas com questões faltando, gabaritos trocados, questões com erros e até uso do Twitter durante a prova. Por isso, o exame foi suspenso pela Justiça Federal e entidades públicas defendem seu anulamento. Em meio a toda essa confusão, o Ministério da Educação tomou atitudes: prometeu um segundo ENEM  para os estudantes prejudicados, disse que vai recorrer da suspensão pela Justiça Federal e eliminou três candidatos que usaram o Twitter durante a prova.

Os três estudantes eliminados não tiveram seus nomes divulgados, mas são de Tocantins, Pernambuco e Minas Gerais. Eles podem ser processados, já que o edital do ENEM proíbe o uso de qualquer equipamento de comunicação durante a prova. No primeiro dia do ENEM, o MEC ameaçou estudantes via Twitter, dizendo: "Alunos q já 'dançaram' no Enem tentam tumultuar com msgs nas redes sociais. Estão sendo monitorados e acompanhados. Inep pode processá-los".

Segundo o Inep, nem todo mundo que estava tuitando do ENEM estava fazendo a prova: os estudantes são liberados a partir das 15h, e podem então usar o celular. (A imagem acima foi uma brincadeira; o rapaz não prestou o ENEM.)

O vazamento de informações não parou por aí: estudantes de uma cidadezinha de Pernambuco supostamente já sabiam o tema da redação pouco antes da prova começar, e um repórter do Jornal do Commercio, também de Pernambuco, vazou o tema da redação via SMS - e o jornal o divulgou antes das 15h. (O MEC pode entrar com processo contra o jornalista.)

Não sei no que todo esse imbróglio vai dar. Mas fico pensando: agora que a tecnologia ajuda os alunos a colar, como os professores estão se virando? Se um exame feito pelo governo, com fiscais e confisco de celulares, não consegue controlar vazamentos, imagine um professor aplicando prova em uma sala cheia. Talvez seja questão de se adaptar?

Fonte: Gizmodo - gizmodo.com.br Bookmark e Compartilhe

Quinta-feira, 11 de novembro de 2010 - Justiça de MG dá prazo de 48h para Street View retirar foto de engenheiro

O engenheiro de Minas Gerais que foi flagrado vomitando em uma rua da Savassi, em Belo Horizonte, pelo Street View do Google, ganhou a primeira batalha contra as câmeras da multinacional. Nesta quarta-feira (10), a juíza Luzia Divina de Paula Peixoto, da 35ª Vara Civil do Fórum Lafayette, decidiu em caráter liminar, que a empresa retire a imagem do ar.

Caso a decisão publicada nesta quarta-feira (10) no Diário do Judiciário não seja atendida pela companhia, o Google terá que pagar uma multa de R$5 mil por dia. A multinacional ainda pode recorrer da decisão. Conforme informou a assessoria de imprensa do Fórum Lafayette, a partir do momento em que o Google receber a intimação, a empresa tem 48 horas para cumprir a decisão da Justiça, caso contrário, as multas serão cobradas.

Além da decisão da juíza mineira, a advogada do engenheiro, Genoveva Martins de Moraes, já entrou com uma ação de indenização por danos morais na Justiça. O valor pedido por ela foi de cerca de R$500 mil. De acordo com a assessoria de imprensa do Fórum Lafayette, não é possível estimar quando o pedido será apreciado.

Segundo a advogada, o engenheiro solicitou ao Google Street View que as imagens fossem retiradas do ar, antes de acessar à Justiça, mas não obteve sucesso. Ela disse que somente na última sexta-feira (5), cinco dias depois de o engenheiro ser flagrado vomitando, a empresa “borrou” o rosto do homem, impedindo que ele fosse identificado.

Por meio de sua assessoria de imprensa, o Google afirmou que não comenta casos específicos e que os filtros especiais que borram a imagem de rostos das pessoas e placas de carro foram criados para preservar a identidade dos cidadãos. Ainda conforme a assessoria de imprensa da companhia, o serviço disponibiliza a ferramenta “informar problema” para que as cenas impróprias sejam denunciadas. Estes casos são direcionados a uma equipe de profissionais do Google que os analisa e toma providências caso julgar necessário.

Fonte: Globo.com G1 - Tecnologia Bookmark e Compartilhe

Quinta-feira, 11 de novembro de 2010 - Google lança pré-visualização de resultados na ferramenta de busca

O Google apresentou na terça-feira (9) o "Instant Previews", uma ferramenta que permite a pré-visualização dos endereços pesquisados no Google. Ao lado dos resultados, um desenho de uma lupa leva o usuário a uma miniatura da página, antes que ela seja aberta.

Instant Previews, do GoogleUsuário poderá visualizar página no Google antes de ser aberta. (Foto: Reprodução)

O novo serviço permite que o usuário compare de forma rápida os conteúdos mais relevantes dentro da lista de resultados, sem a necessidade de entrar na página. Com a novidade, o Google mostra caixas de texto com miniaturas dos sites referentes a cada site apresentado, e ajuda a encontrar conteúdos visuais, como gráficos e imagens.

Além de passar por um filtro, o "Instant Previews" destaca o lugar onde se encontram as palavras procuradas. Para experimentar a nova funcionalidade, basta passar o cursor no ícone da lupa que aparece junto a cada resultado e clicar nos previews, do lado direito.

"Os internautas que usarem 'Instant Previews' terão 5% a mais de satisfação com o resultado selecionado", garantiu o Gerente de Produto da Google Raj Krishnan. A nova funcionalidade estará disponível ao longo dos próximos dias, em mais de 40 idiomas, entre eles o português.

Fonte: Globo.com G1 - Tecnologia Bookmark e Compartilhe

Quinta-feira, 11 de novembro de 2010 - Google demite funcionário que vazou notícia sobre aumento de salários

Sites internacionais divulgaram nesta quinta-feira (11) que o Google teria demitido o funcionário que vazou um e-mail sobre o aumento aos 23 mil funcionários da companhia em 2011.

O e-mail confidencial, enviado pelo CEO do Google, Eric Schmidt, na terça-feira (9), teria sido enviado para o site “Business Insider” e para a revista “Fortune”. Algumas horas depois, o Google anunciou que o funcionário responsável pelo vazamento tinha sido demitido.

Segundo o jornal britânico “The Guardian”, o Google não confirmou a saída do funcionário, apenas disse que “como a empresa não comenta assuntos internos, a companhia acredita que os planos de remuneração competitiva são importantes para o futuro do Google”.

O site “Business Insider” publicou nesta quarta-feira (10) que o Google vai conceder um reajuste de 10% no pagamento de seus funcionários no início do próximo ano. O site também informou que a empresa dará aos funcionários bônus de fim de ano de US$ 1 mil.

Fonte: Globo.com G1- Tecnologia Bookmark e Compartilhe

Quinta-feira, 11 de novembro de 2010 - Google anuncia novos processos de revisão após ataque no Orkut

Depois de um ataque que roubou 150 mil senhas do Orkut durante mais de uma semana, o Google anunciou que “novos procedimentos de revisão estão sendo adotados para evitar que aplicativos maliciosos direcionem os usuários para páginas falsas”.

O “ChateTvOnline” já foi removido da rede social. O aplicativo direcionava os usuários do Orkut para uma falsa página de login (phishing), que os induzia a digitar a senha novamente, roubando seus dados. O usuário que visitasse um perfil que estivesse usando o aplicativo já era direcionado a essa falsa página. O golpe funcionava apenas na versão antiga do Orkut.

O Google também informou que a empresa irá ajudar os usuários afetados a alterar as senhas e recuperar o controle do perfil.

O ataque foi descoberto pelo delegado da Polícia Civil do Rio Grande do Sul Emerson Wendt, especializado em crimes digitais. Ele publicou um comentário no seu blog afirmando que 150 mil contas haviam sido roubadas.

Fonte: Globo.com G1 - Tecnologia Bookmark e Compartilhe

 « Início   1   2  »  Final » 
Página 1 de 2 - 6 registros    
últimas notíciasNewsletter
Preencha o formulário abaixo para receber informações sobre a publiweb sites por email:
Nome:
E-mail:

Se deseja excluir seu e-mail da nossa lista de Newsletter, clique aqui.